Feito com a carne suína, especificamente a perna traseira do suíno, geralmente do meio da canela até a articulação entre o fêmur e o ílio. A extensão do corte varia de produtor pra produtor e os únicos ingredientes encontrados em sua composição são a carne, sal e tempo. O processo de cura que dura até doze meses. As peças não recebem conservantes nem aditivos químicos, por isso, é praticamente livre de colesterol. No processo de cura, o presunto fica em ambientes ventilados, é quando o aroma dos bosques da região dá um sabor especial à carne.

O pigmento natural presente nos presuntos cru é denominado zinco-porfirina. Uma substância importante, fonte de zinco e associado à vitamina C. O zinco favorece o aumento de resistência por parte do sistema imunológico. Possui um total de lípidos elevado, graças ao seu elevado teor de ácidos gordos insaturados (64,9%), essas boas gorduras que são boas para a saúde, tais como o ácido oleico (45,8%), uma gordura monoinsaturada que ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim no sangue (LDL-Colesterol), sem reduzir os de HDL-Colesterol, o que protege contra doenças cardiovasculares. Comer presunto cru significa ajudar a atender aos níveis diária recomendada de ingestão de vitaminas B, mas também proporcionar uma boa parte dos minerais preciosos com alta biodisponibilidade que são absorvidos facilmente pelo corpo, como o ferro.

Presunto de Parma também provou ser um excelente alimento que ajuda a combater e inibir a ação de radicais livres, a principal causa de doenças do envelhecimento e degenerativas, e restaurar o equilíbrio fisiológico do corpo, graças à presença de antioxidantes naturais tais como a vitamina E e selênio. O presunto cru está presente na dieta do Mediterrâneo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2015 Pixel Theme Studio. All rights reserved.