10 CURIOSIDADES SOBRE A ITÁLIA

Itália é uma república parlamentar unitária localizada no centro-sul da Europa. Ao norte, faz fronteira com França, Suíça, Áustria e Eslovênia ao longo dos Alpes. Ao sul, que consiste na totalidade da península Itálica, Sicília, Sardenha, as duas maiores ilhas no Mar Mediterrâneo, e muitas outras ilhas menores ficam no entorno do território italiano. Os Estados independentes de San Marino e do Vaticano são enclaves no interior de Itália, enquanto Campione d’Italia é um exclave italiano na Suíça. O território do país abrange cerca de 301 338 km² e é influenciado por um clima temperado sazonal. Com 60,6 milhões de habitantes, é a quinta nação mais populosa da Europa e a 23ª do mundo. O termo Mezzogiorno indica, para fins sociais, econômicos e políticos, o sul da Itália. Historicamente, o Mezzogiorno compreende o território do antigo Reino das Duas Sicílias, mais uma parte do Lácio.

1 – Sul da Itália: onde o mundo se encontra:

Se o Norte italiano costuma ficar registrado na memória dos viajantes pela opulência, luxo e formalidade, o Sul deste belo país é todo rusticidade, no melhor dos sentidos. A porção meridional da península exala o autêntico espírito da Itália. Tanto Nápoles , no continente, como as grandes ilhas adiante, Sicília e Sardenha , fazem a viagem valer a pena – e muito.


Isola Rossa, belo cenário a noroeste da Sardenha

2 – Os italianos sempre comem macarrão:

Bem, muita gente acha que os italianos comem macarrão em cada refeição e todos os dias só porque o macarrão é italiano e a Itália é o seu maior exportador, mas não é inteiramente verdade… Na Itália existe muita variedade de alimentos e também há muitos restaurantes diferentes por todo o países. O fato é que a Pasta é o carro chefe de uma gastronomia muito rica e diversificada.

3 – Por que eles falam gesticulando muito?

Os italianos têm o hábito de falar gesticulando muito. Eles fazem isso para atrair a atenção do ouvinte, se expressarem melhor e para dar um tom mais “emocional”. No entanto, é sobretudo uma tradição. Lembre-se: a melhor maneira de fazer uma pessoa italiana prestar atenção é vincular suas mãos.

4 – Os italianos são muito religiosos:

Os italianos levam muito a sério a religião, ou pelo menos aqueles que acreditam.
Pode soar estranho, mas alguns deles dependem de um exorcista. Há cerca de 500.000 visitas por ano de exorcistas! No entanto, o número de pessoas religiosas está indo para baixo ao longo dos anos e há mais e mais ateus.

5 – Os italianos falam sobre o “mal” da Itália, mas não quer que os outros façam:

Geralmente, os italianos não têm nenhum problema em falar sobre as falhas de seu país e seu povo, mas quando os outros estão criticando Itália eles não gostam. Esta atitude pode ser vista especialmente em redes sociais ou na Internet em geral. Especialmente pela tão amada Azzurra, a seleção de futebol italiana, grande paixão nacional.

6 – Os garfos chegam primeiro na Itália e depois em outras cidades europeias por causa da pasta:

O garfo provavelmente foi inventado pelo Império Romano na época do Império Bizantino e começou a ser usado pelos romanos e gregos como um item de luxo, mas com a queda do Império Romano do Ocidente desapareceu quase totalmente. Graças aos italianos, que retomaram os garfos para comerem melhor as massas e se espalharam para outros países europeus.

7 – A tradição do aperitivo:

Os italianos são muito tradicionais quando se trata das refeições. Um dos hábitos clássicos é tomar uma bebida antes do jantar. Basicamente, é uma oportunidade de conhecer e conversar enquanto você come e bebe alguma coisa. Normalmente, esta bebida é tomada em bares e restaurantes e começa em cerca de seis horas e pode durar até dez horas da noite ou até mais. Às vezes, é tão satisfatório que pode substituir o jantar!

8 – O romance de Pinocchio é italiano:

Sim, “Pinocchio”, um dos personagens mais populares da literatura infantil, foi escrito por um italiano, Carlo Collodi em 1883.

9 – Os italianos não utilizam o telefone durante as refeições:

Outra tradição italiana durante as refeições é geralmente não usar o celular durante o almoço ou jantar, especialmente quando estão com amigos e familiares. Na verdade mais do que uma tradição, é um gesto de cortesia. Na verdade, pode parecer rude estar no telefone, em vez de falar com outras pessoas à mesa.

10 – Os dialetos Italianos:

Há então a lingual territorial, em que os vários dialetos são descendentes. Segundo o site Ethnologue, é o Napolitano o dialeto mais generalizado com 5,7 milhões de falantes. Seguido pelo Siciliano (4,7 milhões de falantes), o Veneto (3,8 milhões), o Lombardo (3,6 milhões) e o Piemontese (1,6 milhões). Esses são alguns principais falados no Sul da Itália.

Os Benefícios da Linhaça

blog_beneficioslinhacaA linhaça é a semente do linho (Linum usitatissimum) e é conhecida desde 5 mil a.C., na região da Mesopotâmia. Ela é considerada um alimento funcional e existem dois tipos: uma dourada que é rica em ômega 3, 6 e 9, enquanto a linhaça marrom possui apenas ômega 3. Ambas são benéficas para o coração, intestino e até mesmo prevenindo alguns tipos de câncer. Ricas em fibras atuam na liberação da glicose no sangue e reduzem, por tabela, o acúmulo de gordura no corpo. E ainda é uma alternativa de cereal sem glúten.

São compostas de 41% de gordura, 28% de fibras, 21% de proteína, 4% de resíduos e 6% de outros carboidratos (entre eles: açúcares, ácidos fenólicos, lignana e hemicelulose). No entanto, essa gordura tem uma quantidade enorme de ácidos graxos do tipo ômega 3 (usados no combate a obstruções em artérias, responsáveis por doenças do coração).

Na casca da linhaça encontra-se uma mistura de minerais, proteínas e vitaminas. A vitamina E ajuda no funcionamento celular, por isso afasta o envelhecimento precoce e doenças degenerativas.

A linhaça é encontrada em quatro formas para consumo:

1 – Farinha de linhaça
Pode ser adicionada a sucos, saladas, frutas e iogurtes, e por já estar triturada, o que garante uma melhor absorção de todos os seus nutrientes, além de conservar as fibras.

2 – Grão
Ao consumir a linhaça em grãos, o ideal e mastigá-la muito bem para quebrar sua casca. Como ela é feita de celulose, não é digerida no intestino e acaba se tornando uma barreira para os nutrientes. Outra forma de garantir o consumo de seus nutrientes é triturá-la, mas só é possível conservar esse alimento na geladeira por quatro dias, mais do que isso ela perde seus nutrientes essenciais. Você pode batê-la diretamente com sucos, iogurtes e vitaminas.linha-2

3 – Óleo de linhaça
Quando é prensado a frio, ele se torna uma boa opção e pode ser utilizado em preparações prontas, como temperar saladas. Porém esse óleo não pode ser aquecido nem prensado no calor, pois as altas temperaturas anulam suas propriedades. Por isso, é preciso muito cuidado ao comprar. Além disso, essa versão perde as fibras.

4 – Suplementos
O consumo do de óleo de linhaça pode ser manipulado em cápsulas. Normalmente, por conta da manipulação e de todo processo de encapsulamento, elas acabam sendo menos efetivas do que o alimento in natura, mesmo assim seu consumo dessa forma deve ser receitado por um médico nutrólogo.

Conheça 10 Benefícios da Linhaça:

1 – Diminui os sintomas da menopausa, como: suores, dores de cabeça e insônia;
2 – Reduz o colesterol;
3 – Auxilia na redução do peso;
4 – Combate as espinhas;
5 – Proporciona equilíbrio nos hormônios;
6 – Modulação do sistema imunológico;
7 – Ajuda controlar o diabetes;
8 – Regula o intestino;
9 – Previne alguns tipos de câncer;
10 – Protege a saúde dos ossos.

Você conhece o protocolo Budwig?

Em 1931, o dr. Otto Warburg ganhou o Prêmio Nobel de Fisiologia por suas pesquisas sobre a respiração celular.
Ele declarou: “O crescimento das células cancerosas é iniciada por uma relativa falta de oxigênio. O câncer não pode viver em um ambiente rico em oxigênio”.

Na década de 1950, a dra. Johanna Budwig, uma das mais conceituadas bioquímicas da Alemanha e uma das melhores pesquisadores de câncer de toda a Europa, desenvolveu um tratamento simples que é até hoje considerado uma das melhores alternativas para a obtenção da cura do câncer de forma natural.
dra-budwig1
Ela nasceu em 1908 e viveu até os 95. Sete vezes ela foi indicada ao Prêmio Nobel de Medicina.

A dra.Budwig tinha uma taxa de sucesso de 90% com seu tratamento para todos os tipos de pacientes com câncer.

A dieta Budwig, criada pela médica alemã em 1951, auxilia no tratamento de hipertensão arterial, câncer, artrite, artrose, esclerose múltipla e outras patologias.

A cientista alemã descobriu que a gordura da semente de linhaça é o elemento-chave na cura do câncer.

A Dra. Budwig concluiu, depois de vária pesquisas, que todos os pacientes diagnosticados com câncer tinham uma característica comum: um sistema imunitário profundamente debilitado e carência profunda de muitos micronutrientes, principalmente de ácidos graxos essenciais, como ômega 3 e ômega 6.

Ela prescrevia uma dieta quase toda vegetariana e a ingestão de óleo de linhaça – fonte abundante de ômega 3 e 6 – misturado ao queijo cottage, a proteína sulfurada que facilita o transporte dos elétrons das moléculas de ômega 3 e 6 para dentro das células, para reabilitar uma respiração celular eficiente.

É claro que um tratamento tão simples, gera muita desconfiança, especialmente dos mais céticos. Mais de 11 mil pessoas trocam experiências e relatam casos de cura de câncer num grupo no site do Yahoo chamado flaxseedoil2.

O grupo é aberto e qualquer todos podem participar. Você pode acessar a página clicando no link abaixo.

https://groups.yahoo.com/neo/groups/FlaxSeedOil2/info

O carro-chefe do protocolo da dra. Budwig é uma mistura de óleo de linhaça puríssimo, prensado a frio e o mais fresco possível, com queijo cottage.

Esta é a receita do mix Budwig:

De meia a uma xícara de chá de queijo cottage pobre em gordura e orgânico.

Uma colher de sopa de óleo de linhaça (virgem, puro, prensado a frio, não processado).

Liquidifique os dois ingredientes, acrescentando um pouco de água para poder processar.

Tome diariamente.

DIETA RECOMENDADA PELA DRA. BUDWIG (SUGESTÃO)

Vegetais frescos: 4 a 6 xícaras.

Temperar a salada com óleo de linhaça e 1 a 2 colheres de semente de linhaça moída na hora.
Incluir brócolis, couve e cogumelos maitake.

Frutas frescas: 3 a 4 de tamanho médio ao dia.

Peixe fresco (de preferência de água fria, como bacalhau e sardinha): 120 a 250 gramas.

Carne fresca: sem hormônios, sem antibióticos e pobre em gordura: 100 gramas duas a três vezes por semana.

Pão integral e cereais integrais: de 3 a 4 porções ou copos.

Líquidos

Água mineral sem gás, se possível purificada por osmose reversa e ozonização – 8 copos ao dia.

Suco de frutas frescas (os sucos cítricos devem ser tomados longe do óleo de linhaça com queijo cottage).

Desjejum

Suco de frutas

Cereais: semente de linhaça, grãos integrais, salada de frutas, a mistura de óleo de linhaça com queijo cottage, 1/3 a ½ xícara de leite pobre em gordura e mel, tudo no liquidificador.

Ovos: misture 2 ovos caipiras, sem hormônios artificiais, com 1 colher de chá de óleo de linhaça e 1 colher de sopa de queijo cottage.

Adicione tomate picado, cebola, pimentão, ervas e especiarias e lentamente cozinhe ou asse.

Almoço e jantar

Salada: qualquer mistura de vegetais e folhas verdes ou frutas.

Molho da salada: misture queijo cottage com óleo de linhaça e acrescente 1 colher de sopa de mel e ½ colher de mostarda dijon;

creme italiano: vinagre e ervas italianas (acrescente combinações de mostarda, alho, cebola em pó e anchova amassada);

picadinho de espinafre, abóbora, salsinha e limão;

picadinho de chili, pimentão vermelho, tomate, cebola, ervas e especiarias;

mel, nozes esmagadas, sementes de linhaça ou gergelim moídas e uma pitada de canela, limão ou mostarda, se desejar.

Sopa

1. Dilua a mistura básica com leite de baixo teor de gordura e acrescente tomate, alho, cebola, abóbora e pimentão.

2. Prepare sua sopa preferida da maneira usual e acrescente o mix Budwig.

3. Faça uma sopa de tomate e cebola do modo usual e acrescente o mix Budwig.

Use vegetais levemente cozidos e depois cobertos com óleo de linhaça e especiarias.

Mel e óleo ficam ótimos com milho e batata-doce.

Batata assada é ótima com o mix Budwig ou somente com óleo ou cebola.

Sobremesa

A mistura básica mais uma xícara de pêssegos, cerejas, nozes, castanha-do-pará, noz-pecã, amêndoa, canela e mel.

Você pode encontrar mais informações nos links abaixo:

http://www.urantiagaia.org/vital/cancer/pratica/GuiaPratico-e-Receitas.pdf

The Full Budwig Diet and Daily Meal Plan

Consulte sempre seu médico!

Os Benefícios do Ovo

Blog_beneficiosOVOOs ovos são considerados um dos alimentos mais saudáveis do mundo. Eles possuem alto valor biológico, que mede a eficiência pela qual seu corpo usa uma fonte específica de proteína. Quanto maior for o valor biológico, mais aminoácidos e nitrogênio seu corpo irá reter. O ovo inteiro é a fonte de proteína natural melhor digerível, no qual a porcentagem de utilização pelo nosso corpo é 94%. Nele contém vitamina A, D, E e B, K e minerais, como o ferro, cálcio, zinco, magnésio, potássio e enxofre. Além disso ainda possui todos os oito aminoácidos essenciais para nosso organismo. Há uma grande variedade e são principalmente de frango, pato e codorna. Os ovos podem ser cozidos, fritos, mexidos ou em conserva. Além disso, o ovo é o ingrediente chave para diversas receitas como doces, tortas e bolos.

Clara:

Nela está 60% do peso do ovo onde você encontra água e a albumina, proteína essencial para o crescimento muscular, e é duas vezes menos calórica que a gema. Além de quase não ter gordura, a clara é formada por albumina, que é uma proteína de alto valor biológico e garante todos os aminoácidos essenciais. Possui apenas 15 kcal. As claras são ricas fontes de selênio, vitamina D, B6, B12 e minerais como zinco, ferro e cobre.

Gema:

Sem ela, o ovo perde muito de seus benefícios. A gema contém as vitaminas A que é importante para visão e pele, participa também do crescimento ósseo; vitamina D que auxilia o organismo na absorção do cálcio, o que previne doenças como a osteoporose; biotina e ácido fólico que combatem doenças cardiovasculares e ferro que fortalece o sistema imunológico. Existem também vitaminas essenciais para o organismo, como as do complexo B, D, E e K, lecitina e outros minerais. O ovo carrega na gema uma quantidade significativa de colesterol, cerca de 213 mg e uma quantidade baixa de gordura saturada, cerca de 1,5 g do total de 7g. Possui 65 kcal. Apesar da presença do colesterol e da gordura saturada, seus benefícios são maiores em relação à clara, pois oferece um bom aporte de proteínas e micronutrientes importantes para a saúde.

Casca:

É rica em cálcio, mas há uma polêmica sobre o seu uso na dieta para complementar os níveis do mineral. Isso porque pouco se sabe sobre quanto o corpo consegue de fato absorver do mineral oriundo da casca. Então, é melhor não contar com ela para combater a osteoporose. Além disso, teme-se a contaminação, já que a casca seria a parte suja do ovo, portanto utilize a casca em uma horta ou para composteira.

Um estudo realizado em 1999 colocou o ovo definitivamente no lugar dos mocinhos. Ele foi levado a cabo durante 8 anos pelo médico Frank Hu, professor de nutrição da Escola de Saúde Pública da Harvard, nos EUA. A equipe analisou 38 mil homens entre 40 e 75 anos e 80 mil mulheres entre 34 e 59 anos, que adicionaram diferentes quantidades de ovo à dieta normal. Hu concluiu que o consumo de até um ovo por dia não teve impacto significativo sobre o risco de doenças cardiovasculares e derrame em pessoas saudáveis. O risco aumentou apenas entre os diabéticos.ovo

A preocupação com o colesterol é tão grande que muita gente se esquece dos benefícios do ovo em uma dieta equilibrada. Além de ser rico em proteínas, tem minerais como ferro e zinco. É também um dos poucos alimentos que contêm vitamina D. Apenas um terço de suas gorduras são saturadas, contra 60% das de um requeijão. E tudo isso por 75 calorias – menos que uma banana. Aumento do colesterol depende de fatores genéticos, consumo de gorduras, falta de atividade física e de fibras.

Benefícios para os olhos: Os ovos são benéficos para a saúde dos olhos pois, eles são ricos em carotenóides luteína e a zeaxantina. Estes dois compostos ajudam a restringir o aparecimento de doenças como degeneração macular. A zeaxantina é um poderoso antioxidante que protege os olhos dos raios UV. A luteína também é responsável por inibir a doença como a catarata.

Benefícios para cérebro: Eles podem melhorar significativamente a eficiência do funcionamento do cérebro pois são uma fonte de colina, que é um nutriente presente no neurotransmissor acetilcolina, que ajuda a melhorar as funções cognitivas. As gemas dos ovos são ricas em folatos que são benéficas para o aumento da eficiência das células nervosas e em sua atividade no cérebro. A Vitamina B12 é encontrada em abundância nos ovos. Elas são conhecidos na produção de uma bainha de mielina que ajuda na construção de isolamento para as fibras nervosas e assim previne defeitos do tubo neural.

Ovos Fortalece os ossos: Os ovos são realmente úteis na construção e no desenvolvimento de ossos fortes. Eles são ricos em vitamina D. A vitamina D ajuda na absorção do cálcio e na regulação no sangue. Além disso, os ovos também são ricos em cálcio e fósforo que os torna-ló ainda mais eficaz. Assim, ele podem ajudar a prevenir a osteoporose e podem aumentar a densidade óssea.

Benefícios para os cabelos: São ricos em aminoácidos, que ajudam a melhorar o crescimento do cabelo e a qualidade de fios. Ele também contém outros minerais, como zinco, ferro e o selênio que auxiliam no crescimento do cabelo. A albumina é uma fonte de proteína que podem ser aplicada sobre o couro cabeludo, afim de proporcionar uma qualidade ao cabelo. Ele atua como um condicionador natural e nutre os cabelos.

Armazene corretamente
Algumas geladeiras têm local para dispor os ovos na porta. Mas este não é o local ideal. Além de ser a parte mais quente, eles ficam soltos e qualquer movimento pode fazer a casca rachar, facilitando a entrada de microorganismos. Prefira a prateleira debaixo, junto com outros os crus. O ovo não precisa ficar refrigerado. Fora da geladeira, ele dura de 10 a 15 dias. Faça o teste para saber se ele está bom: coloque-o numa tigela e cubra com água fria. Se ele flutuar, descarte-o. Se afundar, é porque ainda pode ser comido. Lembre-se de sempre quebrar o ovo em uma tigela antes de adicionar à receita, algumas vezes o teste pode falhar.

Os Benefícios do Orégano

BlogoreganoO orégano ou orégão (Origanum vulgare), possui propriedades medicinais poderosas. Pode ser utilizado na forma desidratada, folhas frescas e também como óleo. O orégano seco é mais saboroso, mas a planta fresca e seu óleo concentram a maioria dos benefícios para a saúde. Tanto o orégano seco quanto as folhas frescas da erva possuem óleos voláteis com propriedades diuréticas, antibacterianas, expectorantes, antioxidantes, compostos fenólicos, lipídios e ácidos graxos, flavonóides e antocianinas.
De origem mediterrânea, o orégano é uma excelente fonte de vitaminas e minerais, além de compostos que permitem seu uso como planta medicinal. O chá de orégano que é bastante popular na Turquia, é utilizado no combate a distúrbios gastrointestinais e na redução dos níveis de colesterol e glicose no sangue. Para o preparo do chá fazer uma infusão de 5g de folhas secas de orégano por litro de água fervente, mantida abafada até esfriar, sendo depois coada. Tomar ao menos uma xícara de chá uma vez por dia.
O orégano é rico em:
– Polifenóis: de 60 a 80% do óleo de orégano é composto de carvacrol, enquanto outros 5% são formados pelo timol, dois polifenóis que conferem ao orégano características antissépticas, anti-inflamatórias e contribuem para a perda de peso.
– Terpeno, pineno, borneol, linalol e terpineno: óleos essenciais com propriedades antivirais, anti-inflamatórias, antissépticas e anestésicas.
– Vitaminas: A, C, K e complexo B.
– Minerais: zinco, magnésio, cálcio, ferro, manganês, cobre e potássio.
– Ômega 3.
oregano2
Conheça 10 benefícios dessa planta:
1. Auxilia a digestão;
2. É um excelente antibactericida e antifúngico;
3. Regula a menstruação, além de diminuir as dores causadas pelas cólicas;
4. Melhora a saúde do coração;
5. Previne a gripe;
6. É fonte de antioxidantes;
7. Previne o câncer;
8. Controla ataques de asma;
9. Melhora a saúde óssea;
10. Ajuda a controlar os níveis de colesterol no sangue.

Reaproveitamento do Lixo

Nosso planeta produz tanto lixo que nem nós mesmos sabemos o que fazer com ele. O lixo líquido, o gasoso e o sólido, produzidos nas indústrias, comércios, hospitais e o lixo doméstico estão poluindo a água, o ar, o solo e estão matando nosso Planeta graças ao descaso do próprio ser. A maior parte deste material são papéis, plásticos, vidros e metais que podem ser reciclados. A reciclagem colabora com a economia dos recursos naturais e energia, além de auxiliarem na limpeza do meio-ambiente.

Grande parte de ser sustentável é ser consciente e podemos dar um melhor destino ao nosso lixo ajudando o meio ambiente, usando o processo da reciclagem. Um pouco de conhecimento, disposição e boa vontade, faremos o reaproveitamento dos resíduos sólidos diminuindo a quantidade de lixo produzindo nossa própria matéria-prima.

Todo o material separado, facilitará o processo de reciclagem e isso começa dentro de casa. Separar o lixo é preservar o futuro da espécie, além de produzir matéria orgânica de altíssima qualidade e produtos reciclados que cada vez mais têm seu valor. O crescimento econômico deve estar aliado à preservação do meio ambiente. O desperdício dos alimentos devem ser evitado e aproveitá-los integralmente, como fazer suco da casca do abacaxi, utilizar talos de verduras para incrementar tortas e sopas, e dos resíduos fazer uma composteira já ajudam. Reciclagem de papéis, latas de alumínio, vidros e plásticos contribuem para a diminuição significativa da poluição do solo, da água e do ar. Muitas indústrias estão reciclando materiais como uma forma de reduzir os custos de produção.garrafa_pet_jardim_artesanato_natureza__0

Outro fator importante é o lixo no lugar certo. Por exemplo, as pilhas e baterias devem ser jogadas no lixo especial, pois esses materiais contêm substâncias tóxicas que, no solo, contaminam os lençóis subterrâneos de água. O óleo de cozinha também não deve ser despejado na pia ou no ralo, pois um litro de óleo contamina cerca de 1 milhão de litros de água. Coloque numa garrafa plástica antes de jogá-lo no lixo e também pode-se fabricar sabão. Cuidar do lixo não é uma tarefa fácil e é sim um problema nosso e do poder público.

Aí vão 10 dicas de reaproveitamento para seu dia a dia.

1. Separe seu lixo e reaproveite.

2. Use cascas e embalagens de ovos como sementeiras.

3. Use como rascunho o verso de folhas de papel já utilizado.

4. Garrafas plásticas, podem se tornar comedouros para aves ou vaso para plantas.

5. Não jogue no lixo aparelhos quebrados que podem ser vendidos no ferro velho ou em lojas de consertos para serem desmontados e reaproveitadas as peças.

6. Restaure e conserve antes de pensar em jogar fora.

7. Separe os resíduos orgânicos e faça uma composteira.

8. Com as sementes de frutas e vegetais, plante-as no quintal ou em pequenos vasos fazendo uma horta.

9. Faça o seu próprio jogo de damas com tampas de garrafas PETs.

10. Reutilize CDs para fazer mosaicos, espelhos e outras coisas.

com-latinhasMuitas campanhas educativas têm despertado a atenção para o problema do lixo nas grandes cidades. Cada vez mais, centros urbanos com grande crescimento populacional, têm encontrado dificuldades em conseguir locais para instalarem depósitos de lixo. Portanto, a reciclagem apresenta-se como uma solução economicamente viável, além de ambientalmente correta. Nas escolas, muitos alunos são orientados pelos professores a separarem o lixo em suas residências.

Só rejeitos poderão ser encaminhados para os lixões: são aquela parte do lixo que não pode ser reciclada. Apenas 10% dos sólidos são rejeitos. Estima-se que cerca de R$ 8 bilhões podem ser gerados a partir da reutilização. Proporcionando ainda economia e a diminuição da pressão sobre o meio ambiente, além da criação de emprego e renda. Portanto comece o seu reaproveitamento.

Os Benefícios das Azeitonas Preta

A azeitona é um fruto produzido pela oliveira, originária da Grécia e podem ser preta, rosada ou verde. Pode ser consumida in natura e também para produção do azeite de oliva. Ela possui um óleo que é rico em ácidos graxos insaturados, excelentes para o aumento do bom colesterol no organismo. As azeitonas preta são ricas em vitaminas A, C, E, B1 e B2. Possuem também sais minerais como o Fósforo, Potássio, Sódio e Silício.

Elas auxiliam na prevenção de doenças do coração e câncer, na melhora funcionamento do intestino e do sistema imunológico. Por serem ricas em ácidos graxos e antioxidantes tendem a proteger a pele contra a radiação ultravioleta, evitando o câncer da pele e o envelhecimento precoce. As propriedades anti-inflamatórias das gorduras monoinsaturadas, Vitamina E e polifenóis ajudam a aliviar a aspereza da asma, osteoartrite e artrite reumatoide. São muito ricas em Ferro que auxilia a capacidade dos glóbulos vermelhos em transportar oxigênio e desempenha um papel importante na produção de energia para o organismo. Uma xícara de azeitonas preta contém 10% da dose diária recomendada de Vitamina A, que é crucial para olhos saudáveis, sendo também eficaz contra a catarata, degeneração macular, glaucoma e outras doenças oculares relacionadas à idade.

olive-1325228

As azeitonas verde e preta são frutos da mesma árvore, no entanto, a azeitona preta já está madura. Em sua forma natural elas possuem um sabor amargo e só fica agradável ao paladar depois da conserva. Na fabricação do azeite as duas são utilizadas ao mesmo tempo, já que não amadurecem ao mesmo tempo, porém quando maduras contêm mais óleo do que em sua fase verde. O azeite extra-virgem também contém uma substância química chamada Oleocanthal, que atua como analgésico, anti-inflamatório, trata úlcera, gastrite e reduz o acúmulo dos peptídeos Beta-amilóides ligados ao Alzheimer. Diminui também a incidência de formação de cálculos biliarese e possuem propriedades que ajudam na fixação do colágeno. Estudos com outras partes da espécie, como a semente, já tiveram sua eficácia pré-clínica comprovada na diminuição do açúcar no sangue e como anti-inflamatório.

Os Benefícios dos Alimentos Orgânicos

Facebook_POST_OsBeneficiosdosAlimentosOrganicos_DonManoeliEstudos mostram cada vez mais os males causados pelos agrotóxicos sintéticos, transgênicos, ou fertilizantes químicos e a importância de uma alimentação limpa, produzida de forma orgânica que obedecem a preceitos que buscam uma agricultura sustentável ecológica e socialmente.

Os benefícios dos alimentos orgânicos são muitos. Evitam problemas de saúde causados pela ingestão de substâncias químicas tóxicas como reações alérgicas, respiratórias, distúrbios hormonais, problemas neurológicos e até câncer. Pequenos agricultores ganham espaço nesse tipo de produção, além de proteger a qualidade da água e evitar a erosão do solo. Restaura a biodiversidade do local, protegendo a vida animal e vegetal. A agricultura orgânica respeita o equilíbrio da natureza, criando ecossistemas saudáveis onde a vida silvestre, parte essencial do estabelecimento agrícola é preservada e áreas naturais são conservadas. Têm maior teor de nutrientes e de fotoquímicos que são substâncias antioxidantes que ajudam a prevenir o câncer.

O produto orgânico possui uma certificação, que é assegurada por um selo fornecido pelas associações de agricultura orgânica ou por órgãos certificadores independentes, que fiscalizam a produção desde a sua produção até a comercialização. O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) estima que o Brasil possua mais de 50 mil agricultores orgânicos e estes produtores não necessitam obrigatoriamente do selo caso façam uso da venda direta aos consumidores, porém devem se vincular a uma Organização de Controle Social (OCS) cadastrada nos órgãos do governo, cumprindo o regulamento da produção orgânica. Para ser comercializado em redes de supermercados há necessidade do selo de certificação.sisorgsistpartic

tecDeve-se lavar estes alimentos em água corrente e deixar em solução sanitizante por 20 minutos, pois eles apresentarem facilidade para a contaminação por salmonella sp. e coliformes fecais, sendo imprescindível um cuidado maior antes de serem consumidos. Deixar as frutas e as verduras com casca de molho em uma bacia com 1 litro de água e 1 colher de sopa (15ml) de água sanitária. Depois lavar em água potável para retirar o excesso. No caso da produção de ovos e carnes, o cuidado é ainda maior, já que os animais não podem se estressar e dever ter uma alimentação baseada em grãos, cereais, sementes, verduras e legumes orgânicos. Criadouros não podem utilizar hormônios, anabolizantes e antibióticos.

Copyright © 2015 Pixel Theme Studio. All rights reserved.